Tudo sobre motos!

O universo das duas rodas bem detalhado

Motos na integra

Tecnologia e inovacao

Lancamentos

Comportamento

A grande maioria dos motociclistas é apaixonada por sua máquina. Muitos têm tamanho carinho que chegam a considerá-la uma verdadeira filha! Tanto cuidado é fundamental para manter tudo em perfeito funcionamento e evitar transtornos.

Fazer revisões regulares impacta diretamente na confiabilidade e, principalmente, na segurança da moto, seja no asfalto das cidades ou nas longas viagens de estrada. É indispensável que essa manutenção seja feita corretamente e nos intervalos determinados pelos fabricantes. Porém, além das revisões programadas, é necessário ficar atento a outras práticas cotidianas que garantem o bom funcionamento da mecânica de motos.

Dicas

Para ajudá-lo cuidar da sua máquina, separamos 4 dicas de manutenção que você precisa conhecer. Então pegue o capacete, prepare-se para acelerar, e confira a seguir os melhores cuidados que sua moto merece!

Lubrificar e ajustar a corrente

A grande maioria dos fabricantes de motos recomenda que os proprietários lubrifiquem a corrente a cada 500 km. Este procedimento, quando feito corretamente, evita o desgaste da corrente, aumentando a sua vida útil e garantindo a sua confiabilidade. O ajuste tambem deve receber cuidados especiais. Leve sua maquina ate um mecanico de confianca e execute o ajuste para evitar desgastes prematuros e aumento do custo de manutencão.

Muitos motociclistas evitam fazer a lubrificação da corrente devido às marcas e manchas temporárias que o procedimento pode deixar nas rodas traseiras. Se você pensa dessa forma, lembre-se que a troca de um kit relação de uma moto importada pode chegar até 700 dólares! Portanto, é bem melhor e mais barato realizar corretamente a lubrificação e lavar a moto toda semana, não concorda?

Calibrar os pneus da moto

A calibragem dos pneus interfere em diversos aspectos da mecânica de motos, como o consumo de combustível, a segurança da máquina e a boa performance do motor. É recomendado calibrar os pneus ao menos quinzenalmente, sempre utilizando a pressão determinada pelo fabricante — informação que pode ser encontrada no manual da sua moto.

Ao calibrar, fique atento a circunstâncias que exigem uma variação de pressão. A pressão utilizada para rodar na cidade, por exemplo, é diferente daquela recomendada para dirigir em estradas. Quando for rodar com outra pessoa na garupa, não se esqueça também que o pneu traseiro precisa ser calibrado com maior pressão. Todas estas informações estão detalhadas no manual, por isso sua leitura é fundamental!

Trocar o óleo nos intervalos corretos

O óleo lubrificante é o grande responsável por evitar o desgaste das peças móveis do motor, limpar suas partes internas e remover impurezas. A troca de óleo faz parte do programa de manutenção preventiva da moto, sendo realizada em todas as revisões.

Caso a quilometragem de troca seja alcançada antes da revisão, ela deve ser antecipada para que não ocorra nenhum tipo de desgaste. Geralmente, a troca de óleo deve ser realizada a cada 3.000 km, então fique atento!

É aconselhável que, em todas as trocas, seja realizada também a substituição do filtro de óleo, principalmente no caso das motos esportivas ou de alta performance. Afinal, não adianta substituir o lubrificante por um novo se o filtro estiver repleto de impurezas, certo? O resultado seria um óleo contaminado e com diversas partículas em suspensão.

Verificar os parafusos

É aconselhável que os proprietários tenham o hábito de verificar regularmente os parafusos da carenagem, das rodas e do suporte. A alta vibração, provocada pelo motor e por alguns tipos de calçamento das ruas, pode afrouxar os parafusos ao longo do tempo. Por isso, é essencial conferir e ajustá-los sempre que necessário.

E você, já conhecia essas dicas para cuidar da mecânica de motos? Conhece outros cuidados que não mencionamos? Compartilhe conosco nos comentários!